POWER SKILLS – As habilidades que vão te fazer chegar mais longe

É hora de dar o real significado ao que chamamos de Soft Skills

“O futuro do trabalho é sobre habilidades, e não somente diplomas” A frase é Jamie Dimon – CEO e Chairman do JP Morgan Chase, um dos maiores bancos do mundo – publicada na revista Fortune em Janeiro de 2020.

Ele não está sozinho. Grandes estudos e relatórios como o do Fórum Econômico Mundial – de 2018 e o de 2020 – elencam uma série de habilidades comportamentais que serão cada vez mais fundamentais para a força de trabalho. 

Pensamento Crítico e Analítico, Criatividade, Liderança, Tomada de Decisão, Inteligência Emocional ou Comunicação são alguns dos grandes temas que são vistos como fundamentais para qualquer profissional, em qualquer mercado.

Essas habilidades, ou Skills, são conhecidas como Soft Skills. Habilidades comportamentais ou competências interpessoais que são difíceis de serem mensuradas e avaliadas.

Habilidades que não são nada fáceis de aprender – e que pouco desenvolvemos ao longo de nossas vidas. São competências que, quando somadas aos nossos conhecimentos técnicos e teóricos vão nos levar muito mais longe na carreira, potencializando nossa capacidade profissional. 

Te ajudar a desenvolver novas habilidades é o nosso propósito na Descola. Criamos cursos para que você possa se transformar em um profissional ainda melhor. É por isso que aqui não chamamos de Soft Skills, mas de POWER SKILLS.

Para entender melhor essa composição de características e habilidades vamos falar um pouco mais sobre esse conjunto de skills.

AS HARD SKILLS

Hard Skill é todo o conhecimento técnico ou científico adquirido a partir de treinamento ou memória. São competências tangíveis, facilmente validadas a partir de uma prova ou um teste. 

Hard Skill é saber construir uma ponte ou fazer uma cirurgia. Ou você sabe ou não sabe.  São competências nas quais você ganha uma certificação, um selo, uma verificação de que está habilitado a exercer tal profissão. Pense no número de profissionais que exigem uma certificação como Advogados (OAB), Médicos (CRM) ou Engenheiros (CREA).

Isso serve para qualquer campo de estudo. Desde cursos técnicos e profissionalizantes até graduações, mestrados e doutorados. Todos esses estudos estão te ajudando a desenvolver Hard Skills.

Dá pra perceber que o termo HARD nada tem a ver com a dificuldade em si. O nome é relacionado ao fato de serem conhecimentos sólidos, uma base para a sua atuação profissional. 

Pense em você. Qual seu campo de atuação? No que você é formado ou que tipo de máquina / software você sabe operar? Essas são suas hard skills. 

Todo profissional tem hard skills. São esses conhecimentos que geralmente nos fazem sermos contratados. São estudos e experiências como fotógrafo, designer, médico, engenheiro ou físico, por exemplo.

As Hard Skills são a base, porém elas não são tudo para um profissional. O que vai diferenciá-los é um outro conjunto de habilidades. “Não é somente sobre diplomas” como diz Jamie Dillon.

AS SOFT POWER SKILLS

Diferentes e complementares às Hard Skills, as Power Skills são habilidades comportamentais ou competências interpessoais que não conseguem ser tão facilmente mensuradas ou avaliadas. Que mudam com o tempo e que vão agir de forma diferente em cada indivíduo. Elas são difíceis de serem avaliadas e mensuradas e não sabemos ao certo se você vai precisar de uma, de cinco ou de todas elas ao mesmo tempo.

São habilidades que não aprendemos formalmente em nenhuma etapa de nossos estudos. Não temos aula sobre como conversar, sobre como ser mais empático, como resolver problemas complexos ou como liderar pessoas. 

Isso a gente geralmente aprende com a vida. Errando, acertando e criando nossa própria forma de agir. O problema é que na grande maioria dos casos ficamos com uma enorme defasagem nessas habilidades, desenvolvendo algumas, deixando outras de lado e sem entender ao certo em que momento de nossas carreiras vamos precisar usar cada uma delas. 

No ambiente profissional isso fica mais evidente. Pense naquele líder que tem grande conhecimento técnico mas que não consegue motivar ou mesmo transmitir seus conhecimentos para o seu time, ou naquela pessoa que simplesmente não consegue trabalhar em conjunto por não se conectar com seus parceiros. 

É preciso saber se comunicar bem e saber se relacionar. Um grande profissional precisa saber motivar, engajar, orientar e tomar as melhores decisões. É preciso aprender a ler cenários críticos e usar a criatividade para chegar em novas soluções. Qualquer profissional precisa aprender a lidar com momentos de pressão e dificuldades nos quais vai precisar de inteligência emocional para lidar com todos esses desafios. 

Steve Jobs foi um dos profissionais mais geniais do nosso tempo. Criou umas das empresas mais valiosas do mundo e foi o responsável por mudarmos a forma como interagimos com a tecnologia. Ele tinha hard skills, como programação, mas seu forte eram habilidades relacionadas a comunicação, a resolução de problemas ou ao entendimento do usuário. 

É justamente quando você soma as competências técnicas – Hard Skills – com as habilidades comportamentais – Soft Skills – que você potencializa seus conhecimentos e leva sua capacidade profissional para outro patamar. São habilidades potentes e poderosas, ou POWER SKILLS.

As Power Skills são esse conjunto de habilidades que vão te diferenciar no mercado de trabalho. Com elas você vai ter um maior repertório para qualquer situação do seu dia a dia de trabalho e vão te ajudar a dar o próximo passo na sua carreira sem medo do que vem pela frente. 

Assim como Jamie Dimon, acreditamos que essas habilidades são fundamentais para o mercado de trabalho. A única diferença é que essas não são competências para o futuro, mas para o presente. 

É por isso que na Descola criamos cursos online sobre POWER SKILLS para que você se desenvolva profissionalmente, para que você esteja pronto para o mundo de hoje, independente de que mundo ele seja.

Comentar