O que é ser líder para você?

No início da carreira profissional, nos sentimos um peixe fora d’água. É comum sermos inseridos em um ambiente que não faz sentido algum para nós, cercados por regras, burocracias e processos incoerentes com o mundo lá fora. 

Sentimos como se nunca fossemos nos encaixar e somos tomados por uma inquietude de que algo precisa ser mudado, ou melhor, tudo precisa ser mudado. 

E existe uma uma razão para isso. A maioria das pessoas, ao entrar no mercado de trabalho, caí de paraquedas em organizações criadas por gerações anteriores, baseadas em um modelo de gestão ultrapassado. Talvez isso também tenha acontecido com você. 

Até hoje vemos isso, e provavelmente seus netos vão passar pelo mesmo paradigma. Quanto mais o tempo passa, aos poucos os modelos de algumas empresas parecem ter parado no tempo. Em muitas delas, a gestão de pessoas e a liderança ainda é encarada da mesma forma que era no passado. 

Mas estamos cansados de saber que uma organização nascida em 1991 não pode continuar produzindo como se estivesse trabalhando para o mesmo mercado de 1991. 

As coisas mudam, o mundo se transforma, e as empresas devem se adaptar. 

Estamos diante de novos valores, que defendem que os modelos das organizações devem ser um reflexo do verdadeiro propósito do negócio e dos colaboradores que se envolvem nele. A cabeça das pessoas que pertencem às novas gerações já não tem interesse algum nos padrões do mercado de 2016, o que dirá das empresas que ainda parecem viver no século XVIII. 

POR QUE VOCÊ TRABALHA?

Antigamente, os profissionais se sentiam honrados por trabalhar em uma mesma grande organização durante a vida inteira. Hoje, tem gente para todos os lados largando cargos em multinacionais para trabalhar com design de jóias artesanais, ou mudando de projeto em projeto a cada seis meses como freelancer. O que realmente importa para essas pessoas é ter qualidade de vida e encontrar propósito em seus trabalhos – seja dentro ou fora de um escritório. 

As pessoas estão saindo da caixa.

Já é de conhecimento de todos que muitas pessoas irão trabalhar em profissões que ainda não foram criadas. Hoje tratamos como comuns pensarmos em profissões como analistas de mídias sociais ou até mesmo os influenciadores digitais. O ponto principal aí é que essas profissões não são apenas para as novas gerações, qualquer um, independente da idade / geração pode se reinventar.

O QUE MUDOU?

Muita coisa mudou. As pessoas já não levantam da cama de manhã pelos mesmos motivos que antes. E as empresas precisam se lembrar disso. Os próprios líderes precisam se lembrar disso. Você, como líder nesta nova era do trabalho, precisa estar atento às mudanças, criando um ambiente que possibilite que estas pessoas encontrem a dinâmica e a inspiração que elas estão buscando.

Seus colaboradores não querem se sentir estagnados dentro da empresa. Eles desejam encontrar nela as necessidades que são essenciais para sua realização pessoal no trabalho e, igualmente, na vida. E estas necessidades já não são mais só valia financeira e estabilidade. Eles buscam crescimento, em todos os aspectos. 

Então, para atrair e reter as pessoas certas para a sua empresa, você vai precisar considerar alguns princípios básicos. Eles atendem às necessidades do novo mercado e estão alinhados com o que as pessoas procuram hoje em dia em suas vidas profissionais, por isso, são primordiais para o avanço do seu time e do seu negócio. 

  • Liberdade
  • Autonomia
  • Flexibilidade
  • Contato com outras culturas
  • Inovação
  • Diálogo
  • Plano de carreira
  • Ambiente confortável
  • Treinamento
  • Novas tecnologias

As pessoas desejam um ambiente de trabalho que ofereça liberdade para serem quem elas são e visão de carreira para descobrirem quem elas ainda gostariam de se tornar. Elas querem flexibilidade, autonomia e contato com novas experiências. E elas procuram por uma liderança que, além de possibilitar isso tudo, também representa o que elas acreditam. 

Mas e aí, o que você acredita? Chegou a hora de repensar o que é ser líder para você e decidir que tipo de experiência você quer oferecer para os seus colaboradores. 

O que falta para que sua liderança comece a inspirar o crescimento de outras pessoas? E o que falta para que estas pessoas também se sintam motivadas a usar a liberdade, autonomia, talento e potencial delas para estimular o crescimento do seu negócio ao seu lado?

Comentar