A importância de ser um profissional multidisciplinar

Foi-se o tempo em que as pessoas mais valorizadas eram aquelas que sabiam só uma coisa e eram especialistas nisso. Ter uma especialidade é importante, mas além disso, é mais significativo ainda também ser um profissional multidisciplinar.

O conceito T-Shaped é um modelo corporativo que busca por pessoas capazes de atender à demanda da empresa de maneira criativa, envolvendo diversas visões disciplinares. Pode-se observar o crescimento do perfil T desde a escola: as atividades interdisciplinares, que antes eram eventos excepcionais, têm se tornado muito comum no currículo das crianças e jovens.

Pense na forma da letra T: ela tem um tronco vertical e uma parte horizontal. Agora pense numa empresa: se as pessoas tivessem um perfil T, ao estarem lado a lado, elas conseguem fazer com que a parte horizontal converse uma com a outra.

Para o modelo T-Shaped, a parte vertical é aquilo que você sabe bem, aquilo no que você é especialista. A parte horizontal são todos aqueles temas que você conhece e sabe falar a respeito, as experiências pelos quais você passou e fez com que você adquirisse conhecimento. São as suas habilidades generalistas. Observe:

imagem_t-shaped_artigo_holistik_blog

Se você é apenas especialista, pode encontrar dificuldade em agregar valor à equipe na hora do projeto. Se você é generalista, pode saber sobre muita coisa, mas não é capaz de acrescentar um diferencial de valor ao negócio. É preciso unir essas duas capacidades e transformá-las no perfil T.

Uma pessoa recebe todos os dias uma porção de novas informações e passa por diversas situações diferentes. O profissional T-Shaped é aquele que é capaz de consumir tudo isso, aprimorando e traduzindo para o seu perfil. Eles geram sentido para aquilo e transformam em habilidades gerais.

O século XXI é o século da economia do conhecimento. Os recursos intelectuais passam por um processo progressivo de significação e valorização. Com isso, os profissionais T-Shaped têm sido fortemente reconhecidos no mercado devido essa capacidade de pensar de diferentes maneiras e interagir com diversas áreas do negócio. Esse é o perfil ideal se você deseja que sua empresa tenha um envolvimento geral dos que nela trabalham, facilitando o trabalho em grupo. A tendência é que as equipes multidisciplinares tenham gradativamente mais interesse em buscar um perfil T-Shaped, já que a economia global exige cada vez mais soluções integradas.

Em um dos cursos da Descola, falamos sobre as Habilidades do Futuro, que passarão a ter importância exclusiva com o advento da inteligência artificial. As habilidades do futuro são aquelas que só um ser humano pode executar: pensamento crítico, competência cultural, criatividade etc. Todas as habilidades apresentadas nesse curso são essenciais na hora de moldar um perfil T. Saiba mais.

daniel-egger

Como disse no início, é importante que você seja especialista em algum assunto, mas nunca se esqueça das habilidades gerais e de como elas podem ser um diferencial de destaque para você na hora de empreender.

 

Comentários (01)

  1. Perfeito este artigo. Estava falando com minha mãe esses dias sobre isso, dizendo que os profissionais de destaque do futuro, e de agora também, por que não? São os multidisciplinados. Exatamente essa questão do perfil T-shape.

    Eu só tenho uma dúvida, o que seria competência cultural? É você entender e saber sobre sua cultura? Ou é você conhecer um pouco de muitas culturas?

Comentar