Estimule sua criatividade de 10 maneiras diferentes

Criatividade é a capacidade de inovar e de superar obstáculos de forma surpreendente. Considerando esse conceito, você se acha uma pessoa criativa? Se disse sim, mandou bem. Se disse não, uma correção: não existe gente sem criatividade, na verdade, há pessoas pouco estimuladas.

Assim como uma árvore frutífera, a criatividade, se não regada, para de florescer e de dar bons frutos. Regar as ideias significa dar estímulos. Estamos falando de um exercício contínuo, que é incitar sua mente a se expandir incessantemente.

Sendo assim, aqui vai uma lista que ajudará você a estimular sua criatividade e contribuir para o bom funcionamento do cérebro. São maneiras simples e ao alcance de qualquer pessoa! Veja só:

1 – Busque experiências diferentes e inovadoras

A manutenção da criatividade requer uma dinâmica constante. Permita-se viver experiências fora da sua rotina e que possam agregar valor. Por exemplo:

  • Você já assistiu a um espetáculo de dança?
  • Já visitou um asilo para conversar com idosos?
  • Já experimentou um banho de mar à noite?

Essas são experiências simples, mas com o poder mexer com nossa mente, estimulando a criatividade. Experimente.

2 – Não economize na leitura

Aumente seu repertório cultural se deixando envolver pela leitura. Além da função de educar e ampliar o conhecimento, a leitura também é um exercício bom para a memorização.

Livros técnicos, voltados à sua área, revistas e jornais são bons para te deixar atualizado. É possível tirar boas lições a partir desses materiais. Leituras ficcionais, por sua vez, estimulam a criatividade. Boas histórias têm poder de fazer o leitor viajar, sem sair do lugar, então dedique um pouco do seu tempo a esse tipo de leitura!

3 – Ouça boas músicas

A questão aqui é: o que é uma música boa? Bem, é você quem vai dizer. Escute músicas que fazem você se sentir bem. Abuse do botão do play nas suas bandas favoritas. Isso vai diminuir a ansiedade, o nível de estresse e melhorar seu humor.

Um momento bom para ouvir um pouco de música é antes das suas atividades. Estudos indicam, também, que música clássica ajuda a melhorar o nível de concentração. Grandes gênios da ciência gostavam desse gênero!

4 – Evite consumo excessivo de café e energéticos

Levados pela ideia de ficar em alerta por muito tempo, algumas pessoas abusam na ingestão desses compostos, mas é bom ter cuidado. Muito café e energético afetam os batimentos cardíacos e o sistema nervoso, o que resulta em muita ansiedade e falta de atenção. Se deseja estimular a mente e mandar bem na criatividade, seja equilibrado no uso da cafeína e demais bebidas energéticas.

5 – Trace rotas alternativas

Pegar o mesmo caminho de ida e volta todos os dias, além de não ser algo seguro, é prejudicial ao crescimento da sua criatividade. Sempre que for possível, busque novos caminhos, assim terá a oportunidade conhecer outros lugares e pessoas durante o trajeto. Ao passar pelo novo roteiro, não perca a oportunidade de admirar o cenário ao redor com detalhes.

6 – Conheça os meios, em vez dos fins

Busque conhecer o processo de fabricação de algo de que você gosta. Dê asas à sua curiosidade, e não hesite em procurar entender como as coisas são feitas, desde uma canção até o funcionamento de um microcircuito. As descobertas podem surpreender.

A verdade é que desenvolver algo é fruto de um processo criativo que, em muitos casos, envolve várias pessoas. Tudo isso pode ser bastante inspirador.

7 – Tenha uma boa alimentação

Você já viu o que foi discutido sobre o café e energético, mas redobrar a atenção com esses compostos não é o suficiente. Escolha comer alimentos que contribuam para o bom funcionamento do cérebro. Ovos, peixes, frutas cítricas e vermelhas, além de verduras são tipos de alimentos que contribuem para que os neurônios respondam bem. Inclua-os na sua dieta!

8 – Que tal um joguinho?

A ludicidade é a maneira mais divertida de estimular sua criatividade. Jogos de estratégia, por exemplo, exigem atenção para driblar o adversário e passar de fase, por isso são bons em exercitar o raciocínio. Seja de tabuleiro ou vídeo game eletrônico, dedique um tempo a aprender jogos novos. Mas seja equilibrado, pois alguns games são viciantes demais, não é?

9 – Proponha metas e prazos

Quando existe uma data limite ou um objetivo específico a ser alcançado, a tendência é que que você mantenha o foco. Além de estimular sua criatividade, você desenvolverá a capacidade de raciocínio rápido.

10 – Tome nota dos seus insights

O indivíduo criativo vive com neurônios em ebulição e tem ideias o tempo inteiro. Então, para não perder nada, é sempre bom ter ao alcance um bloco de notas e uma caneta. Se você é do tipo que não abre mão da tecnologia e vive apegado ao smartphone, aqui vão alguns apps que podem ajudar você a guardar seus insights:

  • Any.Do, que guarda notas e lembretes;
  • Evernote, que te permite tirar prints, programar lembretes, dentre outras funções desse app multitarefa;
  • e o SimpleMind, ótimo para criar mind mappings para facilitar o brainstorming.

Viu só como pequenos gestos podem contribuir para você exercitar a mente? A partir desse momento, você vai deixar de dizer que não é uma pessoa criativa ou sem estímulo. Quer mais? Dá uma olhada nos nossos cursos. De design à cinema, passando por moda, tem muita coisa pra estimular sua criatividade.

Se você conhece alguma maneira diferente de estimular a criatividade, deixe um comentário!

Comentários (02)

Comentar